Unknown

Quem somos

A JMV - Juventude Mariana Vicentina - é a mesma Associação dos Filhos de Maria que teve origem nas aparições de Maria a Santa Catarina Labouré, em Paris, no ano de 1830. No Brasil ela está constituída em fidelidade às orientações da Igreja e à luz das diretrizes pastorais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

É uma Associação Pública Internacional de Fiéis Leigos com estatutos aprovados pela Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica e de estreita colaboração com o Pontifício Conselho para os Leigos e outros dicastérios da Santa Sé.

A JMV atua em paróquias, comunidades de base, colégios e universidades como grupos de crianças, jovens e adultos. Os grupos tem a finalidade de proporcionar encantamento, autoconhecimento, formação e sensibilização aos seus membros. Um grupo é coordenado por um Conselho Local formado por um presidente, vice-presidente, secretário, vice-secretário, tesoureiro e vice-tesoureiro, com mandato de dois anos, e pode contar com a assessoria de leigos, religiosos e presbíteros segundo a necessidade.

A reunião de três ou mais grupos formam um Conselho Regional que têm responsabilidade direta pela implantação e anuência destes. Dentre as funções de um Conselho Regional, destaca-se a garantia de presença eclesial e civil junto aos grupos. A Província de Fortaleza está formada pelos regionais Fortaleza e Serra.

Diante da extensão territorial do Brasil, em 1975, após redimensionamento da associação no país, surgiu a Província de Fortaleza que está composta pelos estados do Ceará, Piauí e Maranhão. A Província conta com um Conselho Provincial que tem dentre outras tarefas a de analisar o desempenho da secretaria e a movimentação financeira dos conselhos locais e regionais. A Província de Fortaleza representa juridicamente a Juventude Mariana Vicentina nos foros civis e eclesiásticos do território dos três estados que a compõe.